Escrito em por
Arte & Design.

Cavalo de Troia criado por artista representa isolamento por meio tecnológico

Utilizando resina, cabos de computador e 18 mil botões de teclado reaproveitados, o artista alemão Babis apropriou-se do estilo Upcycling para criar a estátua intitulada “Hedonism(y) Trojaner”, a escultura é essencialmente composta de um teclado gigante na forma de um cavalo troiano e seu nome não lembra o cavalo de Troia da lenda grega a toa.

cavalo-troia-criado-reaproveitado-upcycling

Os troianos infiltraram a cidade de Troia, resultando em sua destruição, a ideia de Babis Pangiotidis é exatamente representar a invasão através de sua obra, o Cavalo de Troia foi criado tentando simbolizar como aparelhos eletrônicos e a Internet em particular têm se infiltrado em nossa vida e modificado nossa essência de ser sem ainda que percebamos. Fazendo uma analogia também, ao próprio invasor também “troiano”, o malware cavalo de Troia que invade e destrói.

Mídias sociais, salas de bate-papo e compras on-line são apenas alguns exemplos de como nossas vidas tornaram-se tão envolvidas com a Internet.

Ele quer através da reflexão de seu projeto que sejamos conscientes e entendamos as implicações negativas de deixar a Internet assumir nosso ser.

cavalo-de-troia-criado-upcycling-reciclado-reaproveitado

Complementar a tudo isso ele traz a questão filosófica grega do Hedonismo que é uma filosofia que coloca o prazer como bem supremo da vida humana, a palavra foi derivada da origem grega hedonê, que significa prazer e vontade.

Deixe uma resposta