Portal Veganismo – Propagando Boas Ideias

• O que é o Portal Veganismo?
O Portal Veganismo é um site oficial de notícias sobre Vegetarianismo (dieta vegetal), Veganismo (modo de vida ético), Direitos Animais, Ativismo e demais pautas relacionadas à Libertação Animal !

O Portal Veganismo é uma ferramenta de comunicação do Movimento Animalista, sempre com um olhar animalista reflexivo e otimista, pegada abolicionista e com a responsabilidade e o comprometimento que os animais precisam e merecem!

Somos um veículo de mídia independente com objetivo de tornar acessível diariamente o contato do público vegano, protovegetariano, simpatizante e leigo com informações relevantes sobre assuntos interligados à libertação animal e ao abolicionismo vegano, propagando boas ideias, sobre “nutrição e receitas vegetarianas“, “notícias, notícias regionais, entrevistas, veganismo, ecologia e curiosidades“, “filosofia, ética e direitos animais”, “ações, ativismo, comunicados, denúncias e campanhas”, “artigos sobre direitos animais, humanos e ambientais“, “lançamento de curtas, vídeos, filmes e documentários”, “divulgação de produtos, serviços, promoções, eventos” e muito mais.

cow and field of fresh grass

O Portal é parte essencial de um extenso trabalho para solidificar os interesses e direitos (das outras espécies de) animais na sociedade e que segue as diretrizes, manifesto e textos fundamentais da Sociedade Vegana (do Brasil) !

 

Quem somos?
Em breve…

 

O que fazemos além de todo trabalho na Web?
O Portal Veganismo realiza publicações e ações informativas sobre Veganismo e Direitos Animais, incentivando um mundo onde todos possam ser livres e respeitados, encorajamos as pessoas através do veganismo abolicionista, ou seja, incentivando o vegetarianismo ético, preferencialmente orgânico e saudável, e também o modo de vida abolicionista vegano.

Difundimos na web os Direitos Animais (que inclui os seres humanos) e também a defesa ecológica da Terra, através do apoio a pautas de outros movimentos de justiça social como o de direitos para as mulheres, direitos para comunidade LGBT, para os povos indígenas, o movimento ambientalista e outros, sempre buscando propagar informações relevantes visando a conquista de liberdades e direitos e o combate a preconceitos inseridos em nossa sociedade como o especismo, o machismo, a homofobia, o racismo ou qualquer outro.

O Portal Veganismo possui também atividades externas ao mundo virtual, integradas nos princípios de propagação da dieta sem produtos de origem animal (vegetariana), na educação para a prática consciente do modo de vida vegano e no apoio à ativistas independentes, organizações e grupos ativistas de todo Brasil.

 

O que são os Direitos Animais?
A noção dos Direitos Animais vem do fato de que os animais são sujeitos de direito, por serem seres sencientes (animais que tem a capacidade de sentir), ou seja, seres que sentem emoções boas e ruins e que possuem consciência de sua existência.

Os animais possuem seus próprios interesses e não devem ser tratados como propriedades ou recursos, devem ser incluídos na comunidade moral e terem seus interesses respeitados e levados em consideração assim como levamos em consideração os interesses humanos.

Sendo assim, os animais devem ser tratados como pessoas não-humanas, baseado na senciência que possuem. Os seres humanos possuem experiências de suas próprias vidas, exatamente por serem também animais sencientes.

Os Direitos Animais são assim chamados porque são direitos morais básicos, que não são relevantes apenas para seres humanos, mas para todos os animais.

 

O que é o Vegetarianismo? O que um vegetariano (não) come?
Historicamente e conceitualmente, o Vegetarianismo é uma alimentação baseada em vegetais, sem a inclusão de produtos de origem animal, mesmo aqueles que não resultaram “diretamente” na morte do animal.

Vegetarianas e vegetarianos são pessoas que não comem bois, vacas, galinhas, porcos, peixes, ovos, laticínios, mel, gelatina, cochonilha (inseto usado como corante em produtos de supermercado) ou qualquer item de origem animal.

O Vegetarianismo é perfeitamente saudável e com ele podemos atingir as necessidades nutricionais humanas adequadamente, desde que feito de maneira minimamente correta, é claro.

A prática do vegetarianismo pode ser vista por alguns como uma restrição alimentar. Essa visão, porém, é enganosa. A retirada de alguns itens (carnes, leite, ovos, mel, gelatina, etc) pode parecer uma restrição apenas para populações que limitam sua alimentação (e consequentemente sua visão) a esses poucos itens.

vegetarianismo-alimentacao-vegetariana-sem-carnes-sem-leite-sem-ovos-sem-peixe-mel-gelatina-cochonilha-vegan

Vegetarianos tendem a se alimentar com uma variedade maior de alimentos do que não-vegetarianos e isso por si só torna o vegetarianismo uma dieta menos restritiva.

Por esse motivo enfatizamos que o vegetarianismo não significa apenas a exclusão dos laticínios, das carnes e dos ovos da dieta, mas significa também a inclusão de uma gigantesca gama de alimentos e pratos talvez ainda nem conhecidos.

Podendo incluir, por exemplo, os vegetais de épocas e localidades diversas, ingredientes e refeições tipicamente regionais, as “famosas” plantas alimentícias não-convencionais (PANCs) e também pratos populares de outras nacionalidades, principalmente de culinárias milenares, como a culinária árabe com seu Falafel, a francesa com seu Ratatouille, a chinesa com seu Mabo Tofu, Shimeji, Harumaki e Shitake, a culinária japonesa com seu Wakame, Yakissoba e Tempurá de legumes ou a culinária italiana com suas massas e Pizzas, etc.

A alimentação vegetariana é composta por inúmeros cereais, grãos, verduras, legumes, frutas, sementes e nozes, portanto, a alimentação vegetariana é ampla, nutritiva, colorida, acessível (principalmente em um país tropical como o nosso) e ainda é extremamente saborosa.

O Vegetarianismo pode e deve ser adaptado as diferentes necessidades e estilos de vida, desde as mais “naturebas” até as pessoas adeptas de Fast foods, Junk foods, etc.

veganismo-fast-food-cultura-jovens-sociedade-vegetariana-vegetarianismo-vegetarianos-veganos-veganismo-animais

 

O que é o Veganismo, afinal?
O Veganismo é o primeiro passo ético para promover os Direitos Animais na sociedade, rejeitando a ideia especista de que animais existem para uso dos seres humanos e colocando em prática o respeito a todas espécies.

Segundo a Sociedade Vegana (do Brasil), o Veganismo é um modo de vida ético que busca eliminar toda e qualquer forma de exploração animal, não apenas na alimentação, mas também no vestuário, em testes, na composição de produtos diversos, no trabalho, no entretenimento e no comércio. Veganos opõem-se, obviamente, à caça e à pesca, ao uso de animais em rituais religiosos, bem como a qualquer outro uso que se faça de animais.

Esse modo de vida fundamenta-se no respeito aos Direitos Animais e pode ser praticado por pessoas de quaisquer credo, etnia, gênero ou orientação sexual. O veganismo não tem relação com crenças religiosas nem com preferências musicais, nem deve ser associado a determinada cultura. Trata-se, portanto, de uma prática universal.

 

Como apoiar o Portal Veganismo?
Você pode tornar-se voluntário, fazer uma doação para nossa empresa vegana de comunicação ou realizar uma boa compra na Loja Vegetariana!

power-vegan-portal-veganismo-vegetarianismo-direitos-animais-libertacao-animal-anti-especismo-abolicionismo

• Para saber mais sobre Direitos Animais e Veganismo, acesse: #SejaVegan !

It's only fair to share...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone