Escrito em por
Artigos, Artigos sobre Direitos Animais.

Cansado.
Cansado de falar o óbvio.
Cansado de injustiça, de falta de empatia, de falta de consideração.
Cansado de ouvir tantas desculpas furadas e justificativas “embasadas”.
Cansado de lutar contra essa “matrix social” que criou valores inversos para tudo, promoveu uma esquizofrenia moral super aguda!!!

Do que estou falando? Aparentemente de tudo. Perceba que pode ser sobre qualquer problema, qualquer violência, simplesmente por que injustiça é injustiça, independente de quem é a vítima, mas nesse caso estou falando da violência que massacra os animais não-humanos.

Na verdade de uma espécie, de um ser em específico, perdemos mais um, o Dida, Grande Dida… um pintinho que havia sido resgatado da indústria de ovos, “um filho não só de uma galinha aprisionada e explorada durante toda sua vida, mas também de uma rigorosa seleção genética, de drogas aplicadas em sua mãe e de diversas outras “manipulações” da indústria” tudo para que pudesse gerir a merda do sistema que é sustentado pela ganancia de poucos e por aquele ingênuo omelete da preguiça do domingo de muitos.

dida-pintinho-camaleão-animais-resgatados-industria

Dói. Não sei se pela perda, pela injustiça com ele que ainda era uma pequena criança, por um sentimento de impotência mesmo diante de tanta luta, ou por talvez (principalmente) ver aquilo que as pessoas se negam a ver, por me comprometer ao máximo com aquilo que as pessoas se negam a fazer o mínimo (veganismo).

Vejo adultos sendo adultos quando é benéfico ser adulto.
Vejo “adultos” sendo criança quando é benéfico ser criança.

Está na hora de abrir mão da “ingenuidade” !!

Fazem de tudo para fugir do compromisso ético mínimo com os animais: respeito.
Tudo para que os prazeres do paladar (como SE não pudesse ter prazer na alimentação vegetariana) sejam colocados em primeiríssimo lugar acima dos animais, do meio ambiente, da desapropriação de terra indígena, da própria saúde, etc.

Até quando?
Até quando vamos ignorar o ‘óbvio’.
Até quando vamos criar desculpas?

Conheça a história do Didinha aqui:

Fundador do Portal Veganismo e do Grupo CAMALEÃO.
Comunicólogo, autodidata em História, Filosofia e conhecimentos gerais. Ativista abolicionista pelos Direitos Animais, membro da Sociedade Vegana.

Facebook   

Deixe uma resposta