Escrito em por
Artigos, Artigos sobre Direitos Animais.

Corrigindo a visão embaçada, ajustando o foco e propiciando enxergar

Provavelmente todos nós precisamos ou precisaremos usar óculos em algum momento da nossa vida, seja para ajustar o foco da nossa visão ou simplesmente para protegermos os nossos olhos da forte luz solar.

oculos-foco-olhos-veganismo-visão

Óculos não nos curam, óculos não podem regenerar os nossos olhos já prejudicados e algumas vezes nem mesmo podem impedir que nossa visão continue sendo afetada, mais cedo ou mais tarde acabamos tendo que trocar as nossas lentes, seja porque precisamos de lentes mais potentes ou porque as nossas envelheceram e o uso as deixou riscadas e embaçadas.

As vezes fico pensando em como o veganismo se assemelha aos óculos… Parece aleatório, porém tente acompanhar o quão parecidos são…

Eu descobri que precisava usar óculos com 10 anos, por achar que ainda conseguia ver bem sem óculos me recusei a usar e depois de muitos anos, com o grau triplicado, tive que admitir que eu realmente não estava mais enxergando bem…

Assim como os óculos o veganismo ajusta o foco da nossa visão, nos faz ver coisas que não conseguíamos enxergar antes, coisas que por vezes estavam tão perto de nós e a nossa vista cansada e acostumada com tudo aquilo que simplesmente ignorava, nos faz perceber o quão míopes éramos a ponto de não enxergarmos o que sempre aconteceu em lugares um pouco distantes dos que nós costumávamos ver.

Amigos, assim como eu por muito tempo neguei a minha necessidade de usar óculos, muitos negam a necessidade de um mundo sem crueldade e outros nem conseguem ver na totalidade a crueldade pois tem sua visão limitada. Preferem se assemelhar a multidão míope do que melhorar a visão, correm de um lado a outro tentando solucionar os problemas desse mundo caótico que criamos e ignoram todas as vezes que batem a cabeça por falta de óculos, pois os grandes problemas sociais hoje mais cedo ou mais tarde esbarrarão na exploração animal.

Assim como os óculos, não conseguimos esconder o nosso veganismo, carregamos-o no nosso rosto, quem olha pra nós o percebe, mas a grande beleza não está em sermos percebidos como pessoas que “usam esse óculos”, a real beleza consiste em poder ver e contemplar todas as coisas a partir de uma visão com um foco ajustado, pois só assim o sistema não exercerá sobre nós uma ditadura nos dizendo o que é belo e bom, pois podemos ver as coisas de verdade!

Por incrível que pareça muitas pessoas elogiam o meu óculos, meus amigos já quiseram ver quão “fortes” são as minhas lentes e pra isso colocaram o meu óculos no rosto… Que maravilha seria se conseguíssemos fazer com que as pessoas pelo menos por alguns instantes olhassem a vida através do “óculos do veganismo”.

Então eis o convite: Distribua esse maravilhoso óculos do veganismo!

Sempre que você oferecer uma comida vegana para alguém estará emprestando o seu “óculos do veganismo”. Corrigindo a visão embaçada que muitos tem a respeito do que comemos e fazendo com que as pessoas vejam que comemos coisas gostosas!
Todas as vezes que você mostrar um documentário vegano pra alguém estará emprestando o seu “óculos do veganismo”. Fazendo com que as pessoas vejam além daquele pedaço de carne industrializada que colocam em seus pratos.

Cada vez que você servir de exemplo para tornar esse mundo um lugar melhor estará emprestando o seu “óculos do veganismo”. Possibilitando que as pessoas leiam a melhor propaganda a respeito da nossa filosofia de vida.

E se você emprestar por diversas vezes o seu óculos para determinada pessoa e ela constatar que enxerga bem melhor a vida com aquele óculos, você terá feito a sua parte nessa jornada.

Mas se a pessoa não quiser o seu óculos? Tudo bem… Existe quem negue a necessidade de usar óculos até que chega bem perto da cegueira… Mas ficar cego e insensível a tudo quanto estamos alertando é uma escolha pessoal, não podemos obrigar ninguém a ver o mundo do mesmo modo que nós vemos, cabe-nos a parte de ajudar as pessoas, mas a parte de decidir usar ou não o “óculos” é somente delas.

Lembre-se que as vezes é preciso reajustar o foco, substituir as lentes riscadas de amargura e rigidez por lentes melhores, tirar as manchas de desânimo e comodismo para que a nossa visão seja sempre clara e assim, para que ao emprestarmos o nosso “óculos do veganismo” as pessoas possam se sentir confortáveis com as lentes que estamos usando ao invés de sentirem repulsa.

Um beijo libertário para aqueles que agora conseguem contemplar a vida com o foco certo.

Moro na cidade maravilhosa, minha religião é o amor, sou vegana, blogueira apaixonada, engajada em projetos voluntários e sociais, estudante da área de saúde e cozinheira vegana nas horas vagas.

Deixe uma resposta