Escrito em por
Ações.

Durante os dias 6 e 9 de fevereiro ocorreram manifestações em várias partes do mundo, Ottawa (Canadá), São Paulo (Brasil), Amsterdã (Holanda), Los Angeles e Washington (Estados Unidos), Buenos Aires (Argentina) e em Shibuya, Tokyo não foi diferente.

toquio-dolphins-golfinhos-tokyo-protesto-japao-baleias-whalesImagem: Daniela Yjichi

Um grupo japonês independente chamado “Action for Marine Mammals” foi quem organizou o protesto reunindo ativistas japoneses e estrangeiros, mas desta vez em um ato contra a caça de baleias, prática que o Japão tem adotado há décadas sob a falsa alegação de caça com fins de estudos científicos.

Hoje em dia muitos japoneses já não consomem mais esse tipo de carne e mesmo assim o governo continua insistindo nessa prática arcaica, segundo um relatório sobre a atual situação do comércio de carne de baleia no Japão do Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (International Fund for Animal Welfare, ou IFAW) a indústria baleeira japonesa está à beira do colapso econômico e só consegue sobreviver devido aos impostos dos contribuintes e do uso ilegal do Fundo Nacional de Recuperação Pós-Tsunami para a caça, onde já chegou a retirar 29 milhões de dólares.

Segundo os dados do relatório, cerca de 88% dos japoneses não consumiram carne de baleia nos últimos doze meses, e mais da metade se mostra indiferente quanto ao consumo desse animal, além disso, 88,8% dos entrevistados são contra a caça e o uso de dinheiro do contribuinte para manter a indústria baleeira.

baleias-protesto-canadá-estados-unidos-argentina-brasil-japão-baleeiros-tokyo-ativistas-japoneses

Aproximadamente cerca de 50 pessoas participaram da manifestação, a grande maioria era composta por ativistas japoneses que caminharam pacificamente pelas ruas principais do centro de Tokyo, japoneses contrários à caça alegaram que esse dinheiro investido poderia melhorar a situação das pessoas que sofreram com o terremoto seguido de maremoto em Fukushima, ao invés de ser destinado a caça cruel de baleias, mesmo após quase 2 anos após a tragédia as pessoas vivem em alojamentos e em situações precárias.

japoneses-ativistas-governo-impostos-tsunami-crueldade-baleias-matança

A reação das pessoas que presenciavam a passeata foi boa, muitas paravam para ler os banners e para entender o que a manifestação queria transmitir, a intenção dos organizadores era que as pessoas tomassem conhecimento do que acontece com o dinheiro que com muito suor foi dado ao governo em impostos e que está sendo desperdiçado com uma caça cruel de animais sencientes como nós.

Algumas das informações estatísticas da matéria foram cedidas pela Agência de Notícias de Direitos Animais.

Acesse mais fotos aqui.

Brasileira com descendência nipônica, atualmente moro no Japão, vegetariana desde 2005, adoro viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas diferentes, sou aspirante a mochileira e a fotografia, vegana há pouco mais de 2 anos, ativista pelos direitos animais e colaboradora do Portal no Japão.

Saiba mais: http://bit.ly/DaniYjichi

Deixe uma resposta