Escrito em por
Ações.


Warning: Undefined array key "use_custom_image" in /home/portalveganis489/public_html/wp-content/plugins/custom-about-author/display-about-author-block.php on line 134

Tradição é um motivo válido para realização de touradas?

 

A ONG PeTA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) e a Anima Naturalis realizaram um ato em conjunto contra a corrida de touros na cidade de Pamplona, Espanha.

A corrida acontece durante oito dias na Festa de São Firmino (padroeiro da cidade) e atrai milhares de turistas para as festividades locais que contam com os shows, procissões, touradas e principalmente a “encierros”, que é a parte central do evento, o caminho que os touros fazem até a arena.

ongs-fazem-acao-conjunta-contra-touradas-na-espanha-são-firmino-pamplona-espanha-peta-anima-naturalis-corrida-de-touros

Os touros são soltos e percorrem ruas estreitas até a chegada na praça de touros, onde após os pontapés que tomam no caminho pelos humanos que se aventuram nessa tradição, os touros participam das “touradas” e são mortos no ápice da cultura especista espanhola.

O país possui outras tradições taurinas como colocar produtos inflamáveis nos chifres dos touros, fazendo com que os animais terminem queimados tentando retirar as bolas de fogo.

As organizações pedem o fim da corrida de touros e das touradas. As festas de São Firmino também tiveram indicies de violência com agressões físicas e sexuais contra mulheres.

 

Nota do Portal: A ideia de que essa prática deve ser tolerada mediante sua tradição (repetimento de hábito sem questionamentos) é completamente falaciosa, a humanidade avança em diversas questões e já superou muitas tradições cruéis e ainda supera outras, a mudança é necessária para criarmos uma sociedade realmente justa e igualitária.

É necessário também identificarmos que a aceitação dessa prática e de muitas outras que acontecem com os animais estão sustentadas no preconceito de espécies, o chamado Especismo. O preconceito e a discriminação especista permite que muitas pessoas aceitem uma prática como essa uma vez que não é um indivíduo da espécie humana que é torturado e sim um indivíduo de espécie diferente.

Nossa auto-avaliação sobre nossos pensamentos e atitudes especistas é fundamental na erradicação de todas elas!

 

 

Deixe uma resposta