Escrito em por
Ecologia.

Difícil imaginar um jeito mais sustentável de dirigir do que reutilizando um produto que muitas vezes vai parar nos esgotos, entope encanamentos e causa transtornos à população.

Motoristas do Primeiro Mundo já perceberam isso e declaram independência da indústria do petróleo ao abastecerem seus carros com gordura reciclada.

Ao ver que o nível do tanque do carro está baixo, o motorista para numa lanchonete e pega o combustível que vai permitir que o veículo ande por quilômetros a fio sem reabastecer. Ele não paga nada por isso, e o dono do estabelecimento fica feliz em se livrar de todo aquele óleo usado para fritar batatas e bolinhos.

Não basta, porém, tirar o óleo da panela e pôr no tanque. Para se tornar biocombustível, a gordura precisa passar por um processo químico. Embora possa ser feito em casa, exige cuidado no manuseio dos ingredientes e tempo do motorista.

Interessante não?

ArteBoxFlower

Ambientalista, adepta da alimentação sem carne, simpatizante dos direitos animais e agora blogueira!

Facebook Twitter 

Deixe uma resposta