Escrito em por
Ecologia.

Cavalos sofrem com a pressão de fazendeiros pecuaristas

Indivíduos e grupos ativistas pelos animais estão furiosos após a Bureau of Land Management (agência reguladora de terras nos EUA) ter induzido a morte de 28 dos 201 cavalos capturados de uma faixa de 48 km a oeste de Las Vegas.

A BLM alega que eles foram tirados de seu habitat “devido à seca e à falta de vegetação para sua alimentação”. As informações são do News of the horse.

cavalos-selvagens-sao-capturados-e-mortos-pelo-governo-americano-obama-blm-cowspiracy

Uma vez presos nos estábulos de contenção, os cavalos teriam sido examinados por um veterinário do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, que determinou que os mesmos estavam em condições de qualidade de vida miserável e pouca esperança de recuperação. John Ruhs, diretor estadual da BLM, disse que eles foram mortos por “condição corporal pobre ou extremamente esquálida” e “pobre prognóstico de recuperação ou melhora”. Os cavalos foram classificados entre 1.5 e 3 na escala corporal “Henneke Cold Creek”, um índice norte americano utilizado para medir a saúde física desses animais.

Os ativistas dizem não estar convencidos de que os animais estavam impossibilitados de serem recuperados.  Eles estão pedindo por uma investigação para determinar se os animais foram mortos simplesmente para se economizar dinheiro. A captura (chamada “roundup” nos Estados Unidos, que é o trabalho de cercar e capturar cavalos que vivem livres e é prática já consagrada) deveria salvar cavalos, e não matá-los”, disse Ann Novak, diretora do Projeto Mustangs.

cavalos-selvagens-sao-capturados-e-mortos-pelo-governo-americano-Bureau-of-Land-Management

A BLM anunciou planos de capturar mais cavalos da área de Cold Creek. Segundo a reportagem, uma manada de 57 animais aparentava estar próxima de morrer de fome quando foi observada de um avião.

Nota do Portal Camaleão: O governo americano, semelhante ao que acontece com outros governos pelo mundo, ajoelha-se para as vontades econômicas dos grandes pecuaristas e latifundiários.

Esses animais não estão sendo capturados para que sejam ajudados, eles estão sendo sistematicamente eliminados para liberação de mais terras para os fazendeiros. Eles são capturados e depois vendidos para matadouros mexicanos.

Há agora mais cavalos selvagens apanhados em instalações do governo (50.000) do que livres na natureza (31.000). Se for permitido que esse programa continue, ele vai acabar com os cavalos mustangs em liberdade.

Essa notícia é mais um exemplo do grande impacto que a demanda por produtos de origem animal gera, não somente pela morte direta dos animais transformados em carne, ou explorados para produção de derivados, mas também dos animais selvagens constantemente ameaçados pela disputa da terra para criação de mais e mais gado. É a velha lei da oferta e procura.

Faça sua parte, dê um basta, conheça e pratique o Veganismo! www.SejaVegan.com.br.

 

Deixe uma resposta