Escrito em por
Ecologia.


Diversos produtos podem ser fabricados com material que já existe no Brasil


Tem cara de madeira, textura de madeira, sabor de madeira e é feito de madeira – a grande diferença desse material é que ele se molda e solidifica como se fosse plástico, unindo a sustentabilidade do natural com a eficiência do derivado do petróleo.

Desenvolvido por cientistas alemães, o Arboform, como é chamado o material, já é produzido no Brasil e pode substituir o plástico na fabricação de diversos produtos, como componentes de precisão, peças automotivas, bijouterias, embalagens cosméticas, brinquedos, moveleiro e vaso.


De acordo com a empresa responsável pela fabricação do material, o Arboform oferece as capacidades de processamento específicas do plástico, o que significa preços competitivos e alta precisão para produtos até hoje somente processados em madeira laminada ou placas em MDF.


Além disso, o material é 100% biodegradável e segue padrões ecológicos, assegurando um processamento e descarte em maior harmonia com o meio ambiente comparado a outros materiais de madeira que usam cola tóxica.


Segundo a empresa, a decomposição dos produtos feitos de Arboform é a mesma da madeira natural: por deterioração ou incineração. A quantidade de CO2 poluente emitido no processo não é maior do que anteriormente fixado na atmosfera pelas plantas enquanto crescem.

capa.jpgPara fabricar a Arboform a empresa utiliza compostos de lignina, que é um bioproduto do processo da polpa da celulose, e fibras, como linho, sisal e cânhamo. Depois de pronto, o produto pode ser moldado em qualquer formato – desde peças de aspecto requintado, passando por componentes de precisão chegando até tubetes para mudas que serão descartados no meio ambiente.

Fonte: EcoDesenvolvimento

Ambientalista, adepta da alimentação sem carne, simpatizante dos direitos animais e agora blogueira!

Facebook Twitter 

Deixe uma resposta