Escrito em por
Ações, Notícias.

 Com pouco combustível, baleeiros continuam navegando em Santuário

caça-as-baleias-sun-laurel-combustível-ilegal-oceano-santuário

Não existe nenhuma novidade no Oceano Antártico desde o ataque de fúria do Capitão do Nisshin Maru que custou danos até mesmo ao navio-carga Sun Laurel que nada tinha a ver com esse conflito em alto mar.

Segundo o Capitão Paul Watson:

“Há dois dias atrás, os japoneses disseram que eles estavam suspendendo temporariamente as caças as baleias. Agora eles dizem que não estão, mas na verdade, eles pararam suas operações. Faz uma semana que nenhuma baleia é morta e nenhuma outra será, com certeza, nos próximos três dias.

Hoje, 22 de fevereiro, faltando apenas mais seis dias no mês e não mais de 10 dias em março. Nós sabemos que eles não matarão baleias nos próximos três dias e eles teriam apenas 14 dias, se conseguirem reabastecer.

Mas a Sea Shepherd permanecerá no Oceano Antártico. O tanque de combustível extra instalado no Steve Irwin ampliou nossa autonomia. O Bob Barker ainda tem metade da carga de combustível e o Sam Simon também está bem abastecido de combustível. Assim, temos como permanecer aqui até o final da temporada e vamos usar esse tempo para mais uma vez bloquear qualquer tentativa de abastecimento e continuar a obstruir as atividades baleeiras.

As tripulações da Sea Shepherd não se intimidaram com a violência imprudente do capitão do Nisshin Maru. Eles sabem que nossos navios são dispensáveis. As baleias não são. E ninguém tem a ilusão de que esta campanha está livre de riscos”.

caca-as-baleias-navio-fábrica-nisshin-maru-japoneses-pesquisa-científica

Neste momento, o Bob Barker e o Steve Irwin continuam vigiando o Nisshin Maru, enquanto o Simon Sam está acompanhando o petroleiro coreano Sun Laurel, onde eles pararam 160 milhas ao norte do Nisshin Maru, o ataque descontrolado do navio-fábrica foi o primeiro confronto onde os Sea Shepherds não foram contactados pelos meios de comunicação japoneses.

A Sea Shepherd está lutando incansavelmente para obstruir a caça as baleias, o reabastecimento ilegal, além de tentar fazer valer leis internacionais de conservação como o Tratado da Antártida, os baleeiros estão violando também a Convenção MARPOL e além disso estão desprezando uma decisão do Tribunal Federal Australiano.

 Assista o vídeo do ataque do Nisshin Maru em meio ao Bob Barker e ao Sun Laurel:

Deixe uma resposta