Escrito em por
Notícias.

O governo brasileiro anunciou recentemente mais um importante passo para a disseminação das questões ambientais. A partir de 2013, a sustentabilidade deverá ser incluída no currículo acadêmico de todas as universidades brasileiras. A resolução já foi publicada no Diário Oficial da União.

O projeto inicialmente é válido apenas para instituições universitárias, mas o objetivo é que, gradualmente, o ensino médio e fundamental recebam disciplinas especiais sobre sustentabilidade e meio ambiente.

O membro do Conselho Nacional de Educação e pró-reitor da Fundação Getulio Vargas, Antônio Freitas Júnior, dimensiona a importância da iniciativa: “Não faz sentido ensinar finanças sem ensinar ética ou meio ambiente. Educação superior é o começo, mas tem que ser em todas [as séries]. Incentivo a todos que façam ações. Não é só compromisso financeiro, precisamos de comprometimento dos governos”, declarou Freitas Júnior à Agência Brasil.

De acordo com estudo publicado pelo Ministério do Meio Ambiente, 66% da população brasileira não conhece o significado do termo “consumo sustentável” e 55% ignora o termo “desenvolvimento sustentável”.
O que você acha dessa iniciativa do governo?

Ambientalista, adepta da alimentação sem carne, simpatizante dos direitos animais e agora blogueira!

Facebook Twitter 

Deixe uma resposta