Escrito em por
Ações, Notícias, Vídeos.

 Os problemas da Pecuária – uma atividade de desenvolvimento insustentável

No dia 16 de fevereiro, aconteceu em Brasília o encontro pela fundação da #RedePróPartido, novo partido político, tendo como principal liderança Marina Silva.

fala-brasilia-bruno-problemas-sustentabilidade-pecuaria-direitos-animais-camaleao

A apresentação desse manifesto foi determinante para firmar o compromisso com a causa animal desde os pilares desse novo partido que já nasce com suas raízes na preservação do planeta e ruptura com a lógica antropocêntrica, chamando para uma forma renovada e ética de se fazer política.

Pelo menos é o que esperávamos, mas apesar de muito ter se falado em ideais da ética e da sustentabilidade em nenhum momento se quer foi mencionado os principais problemas éticos e socioambientais da atualidade todos eles ligados intimamente a Pecuária.

A única fala recorrente sobre o assunto foi do Bruno Pinheiro FALA que podemos acompanhar abaixo.

Assista a fala completa no vídeo abaixo:

Em relação ao termo “Esquizofrenia Moral” defendido por Bruno Pinheiro e mal interpretado por Heloísa Helena que demonstrou não ter nenhum conhecimento de causa é um termo fundamentado na teoria abolicionista de Gary Francione e que nada tem a ver com a situação da Esquizofrenia Clínica, portanto, o preconceito estava empregnado naqueles que acreditaram ser uma expressão imoral, visto que eles interpretaram como tal.

Dizer que a esquizofrenia moral estigmatiza os esquizofrênicos CLÍNICOS é como dizer que falar sobre ‘o uso de drogas se espalhando como o câncer’ estigmatiza as vítimas de câncer.

Nós do Camaleão, gostaríamos de ressaltar e firmar o compromisso de que TODA a fala do ativista Bruno não resume sua própria opinião, mas sim a opinião de todo o Movimento dos Direitos Animais, assinamos embaixo nosso apoio à sua fala e ao comprometimento da Frente de Ações pela Libertação Animal em relação a causa, não estamos alíados a nenhum partido político, nosso intuito assim como dos demais grupos é apenas de levar o tema em discussão, análise e implantação.

Parabéns aos demais envolvidos no ato e na inclusão dos direitos animais neste novo partido, apesar de tudo.

Deixe uma resposta