Escrito em por
Notícias.

Peão brasileiro morre pisoteado por touro em rodeio

Na cidade de Xinguara (PA), o peão Luciano de Souza, morreu ao ser pisoteado no peito por touro explorado em rodeio.

O jovem de 19 anos, Luciano Sousa de Lima, peão de rodeio pela Companhia Dydayr Parreira, foi fatalmente ferido ao ser pisoteado no peito após cair do lombo do animal que ele montava para a prática cruel e especista do rodeio.

As imagens do vídeo abaixo mostram que o peão ainda chega a levantar, mas cai novamente. Conforme a polícia da cidade, o jovem foi socorrido e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento, mas teve várias paradas cardíacas e não resistiu.

“Infelizmente é um esporte de risco, o rodeio. Nós demos toda assistência para a família, mas aconteceu essa tragédia. O corpo foi encaminhado para o enterro do Piraquê”, disse o diretor do rodeio, Leonardo de Oliveira Silva, para o G1 Tocantins.

Nota do Portal Veganismo: É triste ver a morte de mais um ser humano na prática do rodeio. Muitas pessoas optam por essa atividade por “tradição familiar” ou “esperança em ascensão de uma vida melhor”, no entanto, participam por vontade própria.

Diferente dos outros animais (bezerros, cavalos, touros) que são obviamente forçados à esse tipo de exploração. Animais que são sensíveis e conscientes e possuem interesses próprios em viver livres e com bem-estar, longe das arenas de treinamento e de rodeio, longe da luz intensa, do som forte da música e dos berros do locutor, longe do sedém que causa extremo desconforto (e não cócegas), livres de qualquer tipo de sofrimento, exploração ou especismo.

Esperamos que isso tudo um dia acabe. O rodeio é uma atividade que promove preconceito e sofrimento para os animais ali explorados e também tem representado cada vez mais sofrimento e morte para os humanos envolvidos.

Share on Facebook67Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Share on Google+0Email this to someonePrint this page

Deixe uma resposta