Escrito em por
Notícias, Otimismo.


Warning: Undefined array key "use_custom_image" in /home/portalveganis489/public_html/wp-content/plugins/custom-about-author/display-about-author-block.php on line 134

Já pensou viver a vida toda confinado? Não financie aquários!

“Orca Welfare and Safety Act” é o nome do projeto de lei californiano que propõe o banimento do uso de orcas em cativeiros para fins de entretenimento, afetando não somente a lucratividade e a imagem da Sea World na mídia, mas também as atividades do parque aquático de San Diego.

projeto-de-lei-na-california-visa-proibir-orcas-em-aquario-sea-world-maus-tratos-animais

Anúncio publicitário da Sea World (direita) | Realidade do ferimento exposto de um animal na Sea World (esquerda)

O projeto de lei, permite apenas a manutenção dos animais em cativeiro para programas de pesquisa científica, conservação e reabilitação e impõe limites à procriação desses animais pelo SeaWorld, proibindo a inseminação artificial de orcas em cativeiro no interior do estado e impedindo a importação de sêmen de orca de outros estados americanos.


A iniciativa do legislador Richard Bloom foi inspirada pelo famoso documentário “Blackfish”, que lança questionamentos a respeito da prática de confinar animais, entre eles, se o fato de manter baleias em cativeiro não pode encorajar atitudes agressivas dos animais, devido ao stress do aprisionamento.

Lançado em 2013, o filme teve como gancho a morte da treinadora Dawn Brancheau, que foi atacada em 2010 pela baleia orca Tilikum no parque Seaworld de Orlando, na Flórida, em frente aos espectadores.

“Simplesmente não há justificativa para a exibição contínua de orcas em cativeiro para fins de entretenimento”, disse Bloom aos jornais locais. “Estas criaturas bonitas são demasiado grandes e inteligentes para serem confinadas em pequenas piscinas de concreto para o resto de suas vidas.”

Se o projeto for aprovado, o SeaWorld San Diego será forçado a trabalhar para reabilitar as orcas e devolvê-las à vida selvagem, quando possível, ou transferi-las para santuários oceânicos protegidos.

Nota do Portal: Os animais confinados em aquários para entretenimento, assim como todos os outros animais confinados por quaisquer outros motivos, são todos animais sencientes e/ou autoconscientes como nós, esse fator por si só, deveria bastar para que projetos de lei como esse sejam aplicados, independente, se o animal em cativeiro trará risco aos seres humanos ou não, o animal não deveria estar ali, além da questão central, da não utilização de animais para benefícios humanos, a Sea World é constantemente acusada de maus-tratos aos animais que mantém presos em cativeiro.

As informações são do Portal EXAME.

 

 

Deixe uma resposta