Escrito em por
Notícias, Vale do Paraíba, Veganismo.

Algumas vítimas da gripe aviária não tiveram contato com aves vivas, o que pode evidenciar outras formas de contágio

Subiu para mais de 100 o número de pessoas-humanas infectadas pela gripe aviária, o surto que começou em março na província de Xangai, já contabilizou ao todo a morte de cerca de 27 humanos pela gripe aviária e cerca de 109 contaminados até agora.

gripe-aviaria-infectados-h7n9-h5n1-china-brasil

A ONU afirma que o novo vírus H7N9 é um dos mais letais vistos nos últimos anos.

Contágio
Michael O’Leary – Organização Mundial de Saúde – afirmou que metade dos pacientes contaminados e examinados não havia tido contato com aves vivas, o que abre margem para um mistério a cerca da(s) possivel(is) formas de contaminação.

Taiwan
Um empresário de 53 anos que estava na China, apresentou os sintomas da gripe três dias após voltar para casa, é o primeiro caso de gripe aviária confirmado fora da China, o homem está em estado grave. De acordo, com o governo taiwanês 122 pessoas apresentaram sintomas semelhantes no país, mas esse é o único caso confirmado.

 

Aves
Pesquisadores de estudo conduzido pela Universidade de Hong Kong e Zhejiang, sugerem intervenção para impedir novas transmissões nos mercados avícolas a fim de minimizar os riscos de uma maior evolução do vírus que o tornaria transmissível entre humanos.

Esses cientistas chineses consideram que para impedir o vírus de se tornar responsável por uma “pandemia”, será necessário “fechar temporariamente os mercados de aves”, “separar as diferentes espécies de aves” e eventualmente implementar “programas de vacinação” dos animais.

As afirmações acima só nos evidenciam que a criação desses animais é que propícia a propagação e geração dessas doenças e essas criações somente existem por que “nós” queremos consumir produtos de origem animal, esses animais vivendo aglomerados e confinados tornam propício a contaminação e geração de doenças, com a intensiva utilização de hormônios combinados a antibióticos e uma alimentação muitas vezes canibalista cria-se bactérias cada vez mais super resistentes e propiciando epidemias, infelizmente, não vemos em nenhum local da mídia fazendo essas ligações e afirmações, porém, está na hora de deixarmos de ser ingênuos e refletir sobre nossas escolhas, afinal, a gripe aviária, suína e principalmente a doença da vaca louca não estão aí a toa ou por culpa dos animais.

Funcionários trabalham na desinfecção de aves sacrificadas por causa do vírus H7N9, na China - (Foto Reuters Stringer)

Funcionários trabalham na desinfecção de aves sacrificadas por causa do vírus H7N9, na China – (Foto Reuters Stringer)

Porém, o que tem sido feito é uma chacina, milhares de aves estão sendo assassinadas, apenas alguns mercados que vendem animais vivos estão sendo fechados. No México, foram sacrificadas mais de 520 mil aves escravizadas para retirada de ovos e 900 mil outras aves.

Deixe uma resposta