Escrito em por
Instituto Royal, Notícias, Saúde, Vídeos.

Testes em animais: o que realmente está em jogo?

Nesses últimos dias, muito tem se discutido sobre testes em animais devido ao caso da libertação dos beagles e coelhos no Instituto Royal.

Muitos se comovem com o uso e a situação dos animais em laboratório, outros nem tanto, e é por isso que tem se tornado cada vez mais importante o crescimento de métodos substitutivos para dar respaldo técnico à questão, e até mesmo o número de cientistas em todo o mundo que não são favoráveis aos testes em animais tem aumentado significativamente.

“Há, de fato, só duas categorias de cientistas que não se opõem à vivissecção: aqueles que não sabem o suficiente sobre ela e os que obtêm dinheiro com ela”. (1989) – Werner Hartinger – Doutor em medicina, Cirurgião, Alemanha

tv-brasil-debate-testes-animais-instituto-royal

O programa jornalístico Repórter Brasil da TV Brasil recebeu a representante do Conselho Federal de Medicina Veterinária, Silvana Gorniak, e o presidente da Ong VEDDAS (Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade), George Guimarães, para conversar sobre o tema.

 

“Os testes em animais já são feitos em humanos. Todo protocolo animal serve para garantir os interesses da Indústria. É apenas uma forma da indústria se isentar da responsabilidade. 60% das drogas colocadas no mercado quando chegam nos seres humanos são retiradas” – George Guimarães

Deixe uma resposta