Escrito em por
Notícias.


Warning: Undefined array key "use_custom_image" in /home/portalveganis489/public_html/wp-content/plugins/custom-about-author/display-about-author-block.php on line 134

Ministério Público (MP) resgatou 17 trabalhadores em situação análoga à escravidão

A tradicional Vaquejada da Serrinha (Bahia), que contou com apoio musical do cantor Luan Santana, AnittaWesley Safadão, entre outros, foi temporariamente interditada para a retirada de 17 trabalhadores em condições semelhantes à escravidão por procuradores do Ministério Público do Trabalho (MPT) e auditores do Ministério do Trabalho.

vaquejada-bahia-interditada-ministerio-publico-escravidao-moderna-trabalho-escravo-luan-santana-anitta-wesley-safadão-veganismo

 

Os trabalhadores resgatados são dos estados de Alagoas e Pernambuco e foram trazidos irregularmente para a Bahia e estavam em alojamentos sem condições de higiene e sem o mínimo de conforto, com transporte irregular, ausência de condições sanitárias básicas e também na ausência de registro de trabalho, o que é classificado pelo órgão como um modelo de escravidão moderna.

 

vaquejada-serrinha-bahia-Parque-Vaquejada-Maria-Carmo-trabalho-escravo-escravidão-moderna-exploração-animal-humana

Alojamento de trabalhadores em parque de vaquejada em Serrinha, na Bahia.

 

O evento acontece a cerca de 173 km de Salvador e possui competidores de todo país. São cerca de mil duplas que competem em quatro categorias. Para participar, os competidores precisam pagar “senhas” de entrada, que variam entre R$ 800 e R$ 2,4 mil, conforme informações do Portal G1.

O Parque de Vaquejada Maria do Carmo foi fechado por algumas horas e depois, após assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), retornou suas atividades normalmente.

Na programação musical, ainda houve atrações como Aviões do Forró, Marcos e Belutti, Harmonia do Samba Arreio de Ouro, Simone e Simaria, Seu Maxixe, Gabriel Diniz, Leandro Rocha, Chicabana e Léo Santana, que encerraram a festa no domingo (4).

vaquejada-na-bahia-foi-interditada-pelo-mp-por-escravidao-moderna-apoio-pepsi-patrocinio-brahma-exploração vaquejada-bahia-interditada-pelo-ministerio-publico-escravidao-moderna-escravidão-animal-direitos-animais-luan-santana-serrinha-anitta

Diversas ONG’s, grupos e Associações em defesa dos animais se uniram para pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) que declare a Vaquejada como uma atividade inconstitucional, visto que, ela é uma prática abertamente violenta para os animais, tantos para os cavalos que são montados e que seguram o peso dos peões, muitas vezes, pela força aplicada no pescoço e também para os bovinos que tem seus rabos dolorosamente puxados para entretenimento alheio.

Nota do Portal Veganismo: Para nós não é surpresa alguma que proprietários de vaquejadas que exploram violentamente esses animais, montando em seus corpos, atacando ferros em suas bocas e puxando seus rabos, estejam também envolvidos em práticas cruéis de escravidão humana.

Quanto aos artistas também não é surpresa, que essas pessoas que aceitam participar de eventos que exploram animais como rodeios, participem de outras modalidades, no entanto, não imaginávamos que poderiam ir tão longe no apoio à exploração animal, participando de Vaquejadas e que ainda são realizadas com mão de obra escrava (humana), além da escravidão óbvia dos demais animais.

Deixe uma resposta