Escrito em por
Otimismo.

Vereadores aprovam proibição de carroças com animais em Curitiba (PR)

Os vereadores de Curitiba aprovaram nessa quarta-feira (23) um projeto de lei para proibir o uso de veículos movidos a tração animal na cidade.

A iniciativa, feita pela prefeitura, pretende acabar com as carroças circulando nas ruas da capital paranaense. A medida teve o apoio de instituições ligadas à defesa dos animais.

primeira-etapa-vitoriosa-na-luta-contra-a-exploracao-dos-cavalos-em-curitiba-cavalo-de-lata-portal-Camaleão

O texto revoga uma lei municipal que autorizava esses cavalos a rodarem nas ruas de Curitiba. Com a nova lei, fica proibida a exploração de animais como equinos, asininos, muares, caprinos e bovinos para carroças. As informações são do Portal G1.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) disse na justificativa do projeto que a medida deverá evitar que os animais sejam submetidos a cargas superiores ao peso que poderiam transportar, bem como ao trabalho extenuante.

O projeto teve grande aceitação pelos vereadores, que aprovaram o texto por unanimidade. No entanto, eles destacaram que devem ser feitas ações de assistência social com as pessoas que ainda dependem das carroças para sobreviver. Segundo levantamento da prefeitura, 100 famílias se enquadram nessa situação.

O governo municipal pretende analisar todos os casos individualmente e dar às famílias “donas” desses animais alternativas de qualificação profissional, com a inclusão deles em cooperativas e em projetos sociais. Quem desobedecer a lei estará sujeito a multas administrativas.

Com a aprovação dos vereadores, o texto deverá ser discutido novamente nos próximos dias. Sendo aprovado pela segunda vez, o projeto seguirá para a sanção do Prefeito Gustavo Fruet, para então virar lei.

Nota da Redação: Esperamos que os vereadores mantenham a proibição e que o Prefeito Gustavo Fruet sancione a lei. Os animais não são recursos para finalidades humanas, eles possuem interesses próprios, eles possuem interesse à liberdade e zelam pelo próprio bem-estar.

Os carroceiros precisam ser amparados pelo Estado, precisam ser valorizados enquanto classe trabalhadora e capacitados com cursos profissionalizantes para que possam ter outras possibilidades de emprego e continuar sustentando suas famílias. Torcemos para que a vitória em Curitiba (PR) transforme-se em inspiração para outras cidades também lidarem seriamente com a abolição das carroças. Justiça para os cavalos.

Deixe uma resposta