Escrito em por
Fotografia & Propaganda.

Mac Donalds no Reino Unido terá livros infantis

mac-donalds-livros-infantis

Após 34 anos de Mac Lanche “Feliz”, induzindo pais e crianças a consumirem produtos de origem animal, oriundos das mais diversas explorações humanas e não-humanas, prejudicando a saúde de mais de 64 milhões de consumidores, o Mac Donalds inicia uma busca por mudar a sua imagem de uma rede fast food prejudicial à sociedade para uma imagem um pouco mais amigável.

Parte disso veio há algum tempo com a inclusão de saladas no cardápio e troca de batatas-fritas por maçã (com agrotóxico) para quem comprar o McLanche “Feliz”. Dando continuidade a essa ideia e a tradição dos brindes no McLanche “Feliz”, a rede de fast-food começa a dar livros educativos ao invés de brinquedos. Segundo o jornal “DailyMail”, serão aproximadamente 15 milhões de livros ao longo dos próximos 2 anos.

Os livros disponíveis são do editor da série “Amazing World”, Oceanos direito; Terra; Estrelas e Planetas; Big Cats; Ártico e na Antártida, e Mata Atlântica.

Para o procurador da República Márcio Schusterschitz da Silva Araújo, autor da ação que pede a suspensão da relação brinquedos e fast food, as crianças são influenciadas na compra destes lanches devido aos brindes, esses alimentos estão associados ao problema da obesidade infantil no país.

Schusterschitz completa afirmando que a compra do lanche não é influenciada pelo produto em si, e sim pela criação “abusiva de associações emocionais estranhas ao processo alimentar”.

A iniciativa ainda não chegou ao Brasil, visto que as leis e a regulamentação publicitária e mercadológica sobre questões de consumo infantil no que tange a alimentação (e também em todos outros fatores) ainda é bem frágil e permite tranquilamente o uso de brinquedos e persuasão no incentivo a compra de fast foods.

Deixe uma resposta