Escrito em por & arquivado em Vídeos.

O sofrimento dos cavalos usados para montaria

Meu nome que é de grafia russa (Sônia), em grego tem a grafia Sophia, significa, Sabedoria. Escolha do meu pai, que, contrariando a escolha de minha mãe, ao chegar ao Cartório de Registro Civil, em vez de Ana Maria (nomes das minhas duas avós), simplesmente escolheu Sônia. Meu sobrenome Felipe (aportuguesado de Philo hippus, também do grego) significa: Amor pelos cavalos.

Aqui junto meu nome completo, para marcar a passagem de mais um ano de trabalho da minha vida dedicada à ética e aos direitos dos animais. Este é o Vídeo da conferência proferida na tarde de 6 de outubro de 2015 na UFPB, sobre a dor e o sofrimento dos cavalos.

É um vídeo longo. Uma hora de aula. Informações que dificilmente alguém teve até hoje em nosso país. Bom assistir e repassar. Os cavalos estão à espera da abolição.

o-sofrimento-dos-cavalos-usados-na-tracao-e-em-corridas-carroças-rodeios-equinos-maus-tratos

O vídeo abaixo é uma apresentação feita para o Seminário Proteção Integral a Saúde e ao Bem-Estar dos animais utilizados em eventos e diversões públicas, organizado pela Universidade Federal da Paraíba, com apoio da OAB e Ministério Publico Federal e Estadual.

Assista ao vídeo que trata do uso de equinos para diversas modalidades de montaria:

 

Sônia T. Felipe, doutora em Teoria Política e Filosofia Moral pela Universidade de Konstanz, Alemanha (1991), fundadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Violência (UFSC, 1993); voluntária do Centro de Direitos Humanos da Grande Florianópolis (1998-2001); pós-doutorado em Bioética – Ética Animal – Univ. de Lisboa (2001-2002).

Autora dos livros, Por uma questão de princípios: alcance e limites da ética de Peter Singer em defesa dos animais (Boiteux, 2003); Ética e experimentação animal: fundamentos abolicionistas (Edufsc, 2006); Galactolatria: mau deleite (Ecoânima, 2012); Passaporte para o Mundo dos Leites Veganos (Ecoânima, 2012); Colaboradora nas coletâneas, Direito à reprodução e à sexualidade: uma questão de ética e justiça (Lumen & Juris, 2010); Visão abolicionista: Ética e Direitos Animais (ANDA, 2010); A dignidade da vida e os direitos fundamentais para além dos humanos (Fórum, 2008); Instrumento animal (Canal 6, 2008); O utilitarismo em foco (Edufsc, 2008); Éticas e políticas ambientais (Lisboa, 2004); Tendências da ética contemporânea (Vozes, 2000).

Cofundadora da Sociedade Vegana (no Brasil); colunista da ANDA (Questão de Ética) www.anda.jor.br. Coordena o projeto: Ecoanimalismo feminista, contribuições para a superação da discriminação e violência (UFSC, 2008-2014).

Foi professora, pesquisadora e orientadora do Programa Interdisciplinar de Doutorado em Ciências Humanas e do Curso de Pós-graduação em Filosofia (UFSC, 1979-2008). É terapeuta Ayurvédica, direcionando seus estudos para a dieta vegana.

Facebook 

Deixe uma resposta