Escrito em por
Ações, Notícias.

Coxinha aqui somente no nome (e na culinária)

Parafraseando o termo “Coxinha” que ficou cada vez mais popular, após as manifestações de junho, o COLA (Coletivo de Ativismo), decidiu criar um evento colaborativo com tal nome.

festival-colaborativo-coxinha-vegana-matilha-cultural-advogados-ativistas-veganismo-direitos-animais-camaleão-coletivo-ativismo

O termo “coxinha” diferente do que significava no passado, ganhou um ar mais crítico e político, significando atualmente o conservadorismo que impera na cabeça de muitos. Porém, no festival da coxinha em São Paulo, as únicas que você verá são aquelas deliciosas de Shitake, a famosa coxinha de jaca, e outras de legumes ao creme vegetal, soja tradicional, abobrinha, entre outros pratos não-coxinha (bolinho de mandioca com soja, risoles de mandiokeijo, massas de batata, mandioca e/ou farinha), feitas e doadas pela galera do Flor de Laranjeiras, Revolução da Colher, Broto de Primavera, Lar Vegetariano Vegan, André Vieland do Vegan For You, Rute Salgados, Bruna Gregolin, Rodrigo Selmo, Sojelato, Chubby Vegan e Vegacy.

Viu como o Festival Coxinha é colaborativo?


festival-colaborativo-coxinha-vegana-camaleão-coletivo-ativismo-seja-vegan-matilha

Coxinha culinária não vai faltar, talvez, vocês até notem uma galera coxinha lá, afinal, eles estão em todos lugares, muitas vezes infiltrados ou despercebidos, mas o importante é que a comida do Festival vai ser boa e vegana é claro, além de muita informação de qualidade!

Os Advogados Ativistas, por exemplo, vão estar lá, falando sobre o ato de coxinhar do Estado, sobre Desobediência Civil (o oposto da Coxinha) e Manifestações Populares de modo geral.

Além dos advogados que vem desempenhando um excelente papel em manifestações populares, o festival coxinha terá uma oficina de Beleza Sem Crueldade com a esteticista vegana Lili Goes e um Tira-Dúvidas com a médica vegana Luiza Savietto do NutriOHM.

Várias outras atividades vão rolar como o Live Painting da artista Camila Hardt do Veddas, o show do Mr. Ludico e da galera do Balaclava que de coxinha não tem nada.

… e um vídeo “Não Seja Coxinha” com o Daniel do Cinema Popular Itinerante.

Para participar e saber mais do evento, que rola este domingo, 16 de março, no Matilha Cultural é só abrir o evento no facebook.

Quem quiser saber mais sobre “os coxinhas” e seu estilo de vida conservador de ser, se liga no vídeo abaixo:

Ahh… e sobre Direitos Animais e Veganismo, o hot-site de sempre (divulguem para seus amigos coxinhas – preparamos o conteúdo pensando neles também): www.sejavegan.com.br

Fundador do Portal Veganismo e do Grupo CAMALEÃO.
Comunicólogo, autodidata em História, Filosofia e conhecimentos gerais. Ativista abolicionista pelos Direitos Animais, membro da Sociedade Vegana.

Facebook   

Deixe uma resposta